quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

O Longo Inverno de Ruta Sepetys

Que livro extraordinário! 
Confesso que estava mesmo na ignorância sobre esta parte da história da Segunda Guerra. Normalmente os livros sobre este tema são sobre a ocupação Nazi nos diferentes países da Europa. 
Este livro é diferente. Fala sobre a ocupação soviética nas mão de Estaline e da deslocação de presos políticos, de pessoas contra o regime e das suas famílias para a Sibéria, para campos de trabalho forçado. Fala sobre as condições desumanas, da fome, do frio, da doença, da morte... Mas também do amor, da entre-ajuda, da partilha. Um livro forte e emotivo, narrado pela voz de uma adolescente de 15 anos. 
Apesar das personagens serem fictícias, muitos dos acontecimentos descritos são baseado em factos reais. 
Um cenário sobre a ocupação da Letónia, Lituânia, Estónia e até da Finlândia pelos Soviéticos que se apoderaram dos seus bens e das suas vidas.
Remendo vivamente!


Sinopse: Em 1941, Lina, de quinze anos, prepara-se para ingressar na escola de artes e para tudo o que aquele verão lhe pode proporcionar. No entanto, uma noite, a polícia secreta soviética invade a sua casa, levando-a juntamente com a sua mãe e o irmão mais novo. São enviados para a Sibéria. O pai de Lina é separado da família e conduzido a um campo de concentração. Lina decide arriscar tudo e usa a sua arte como forma de enviar mensagens, na esperança de que estas cheguem ao campo prisional onde o seu pai se encontra e lhe transmitam que a sua família ainda está viva. É uma longa e comovente viagem. Apenas a força, o amor e a esperança fazem com que Lina e a família resistam a cada dia. Mas será isso suficiente para os manter vivos?

Sem comentários:

Enviar um comentário